Copacabana:Siqueira Campos, 50 / 210Siqueira Campos, 53 / Grupo 304Siqueira Campos, nº 93 / Grupo 104
Central de Marcação 212255-0145
tomografia-multislice-aquilion-16-canais.jpg

Podemos definir a tomografia como sendo um método de medida da densidade radiológica dos volumes elementares de um corte. Esse método radiológico produz imagens de um corte do corpo com um estudo das densidades, com acuidade 100 vezes maior do que as obtidas em radiografia convencional, estudando a atenuação de um feixe de raios X durante seu trajeto através de um segmento do corpo; no entanto, ela se distingue da radiologia convencional por diversos elementos.

A tomografia computadorizada ou computorizada (TC), originalmente apelidada tomografia axial computadorizada/computorizada (TAC), é um exame complementar de diagnóstico por imagem, que consiste numa imagem que representa uma secção ou “fatia” do corpo. É obtida através do processamento por computador de informação recolhida após expor o corpo a uma sucessão de raios X.


biópsia-da-próstata.jpg

A biópsia da próstata é um procedimento no qual o urologista obtém amostras do tecido prostático com o propósito de tentar identificar células cancerígenas.Habitualmente, a biópsia da próstata é indicada quando o urologista suspeita da presença de um câncer da próstata após uma avaliação clínica e laboratorial inicial. Os principais dados que levam o urologista a indicar uma biópsia são um exame de PSA aumentado, um toque retal que identifique tumoração ou irregularidades da próstata ou uma ultrassonografia que detecte um nódulo suspeito.


densitometria-ossea.jpg

A densitometria óssea é um exame capaz de identificar, de maneira precoce, quadros de osteoporose e osteopenia, perda de massa óssea que pode evoluir para osteoporose se não for tratada corretamente. Devido à sua precisão, esse é o método mais popular quando o objetivo é diagnosticar casos de diminuição proteica do osso ou ainda verificar se já existe desmineralização. Como a osteoporose atinge principalmente mulheres, a partir de 65 de idade, recomenda-se que a avaliação seja feita regularmente como parte do check-up, sobretudo se há histórico de fraturas.


radiologia-digital.jpg

É uma nova era de prestação de serviços médicos, com parte do serviço utilizando a internet. São usados equipamentos de Radiografia digital ou analógica para aquisição das imagens, além do envio das mesmas pela plataforma, usando os aparelhos remotos sem precisar do especialista. Os sinais são enviados em tempo real para os Radiologistas responsáveis que fornecem o laudo em minutos.


ultrassonografia-geral-1.jpg

A mamografia digital é um dos exames obrigatórios para mulheres de 40 anos ou mais.  É considerada um dos mais eficientes no diagnóstico do câncer de mama. As unidades básicas de saúde o fornecem gratuitamente para rastreio e prevenção. Aqui no Brasil, o aparelho que realiza esse exame foi trazido na década de 70, graças aos esforços do Instituto Brasileiro de Controle de Câncer. Neste artigo vamos entender a trajetória do exame de mamografia, do analógico ao digital.


ultrassonografia-geral.jpg

A ultrassonografia é utilizada para análises do tipo abdominais, musculares ou vasculares. Ela é capaz de identificar problemas de tireoide, pedras nos rins e até mesmo doenças mais sérias, como tumores. O exame é realizado sem radiação, por meio de um equipamento que ecoa as ondas sonoras do organismo.


ecocardiograma.jpg

Ecocardiograma é um exame de ultrassonografia do coração que fornece imagens obtidas através do som. Nosso corpo tem diferentes tecidos e com isso diferentes graus de refração de ondas sonoras.

Quando o aparelho de ultrassonografia emite o som de alta frequência (acima de 20.000 ciclos por segundo), muito além, portanto, da capacidade humana de audição, ele capta o retorno dos ecos e transforma em imagem preto e branco para o médico analisar.

Um transdutor deslizado sobre o peito do paciente direciona essas ondas para estruturas do coração do paciente e capta o eco delas, transformando-o em imagens e fluxos coloridos do sangue que passa por ele.


dopper.jpg

Com o efeito Doppler Colorido, os estudos ultrassonográficos agregam um elemento dinâmico ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica corporal, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional.

Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha. Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue.


ressonancia.jpg

Uma das principais vantagens desse exame é o fato de não utilizar radiação. O paciente é colocado dentro de um aparelho semelhante a um tubo e, em seguida, o técnico responsável pela realização da ressonância ativa a emissão de ondas de rádio, que percorrem a parte do corpo escolhida para o exame, mapeando-a. Para que esse mapeamento seja correto, o paciente precisa ficar imobilizado, pois um deslocamento de apenas 3 milímetros pode inutilizar completamente o procedimento.


tomografia.jpg

A tomografia computadorizada é um exame cujo funcionamento é semelhante ao raio X onde são utilizados esses mesmos raios para obter imagens de partes internas do paciente (ossos, órgãos e outras estruturas), então, a máquina que executa a tomografia produz radiografias transversais, que são processadas por um computador. Após esse processamento, o resultado são imagens bem detalhadas da área que o médico especialista precisa avaliar.


Unidades

  • Copacabana
  • Rua Siqueira Campos, Nº 50
    Salas 210 e 211
    21 2236.7336
  • Rua Siqueira Campos, Nº 53
    Salas 304 e 305
    21 9890.03160
  • Rua Siqueira Campos, Nº 93
    Salas 104, 105 e 106
    21 2548.5558

Central de Marcação

21 2255-0145
Segunda à Sexta: 07h às 19h30
Sábados: 08h às 13h

contato@ultraradrio.com.br






ULTRARAD ® 2017
Versão 3.0

Núcleo